Valsa Estranha

Falhei quando tentei dançar a dois a valsa estranha dos meus dias

Senti meu sangue arder para depois ver minhas mãos ainda mais frias

Pra não mais voltar, não, eu não vou voltar

Eu parei os ponteiros com as mãos pra ver estremescer o tempo

Por um segundo tive a sensação até ela se esvair com o vento

Pra não mais voltar, não, eu não vou voltar

Mas se eu pudesse voltar no tempo jamais mudaria um só momento

Então vai e tudo que eu vou te pedir não olhe pra trás você não vai poder me encontrar aqui . . .

https://www.youtube.com/watch?v=FHB7k4cWcyQ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s